Gerenciamento de Resíduos

Entende-se por resíduo toda e qualquer matéria que compõe o rejeito de um processo. Em uma industria, tudo que não seja produto final pode ser considerado resíduo. Atualmente, muitos resíduos são tratados como sub-produtos, retornando ao ciclo de produção ou tornando-se insumo para outra atividade industrial.

Todo processo produtivo exige matéria-prima, água e energia. Pensando dessa forma, todo resíduo gerado pode ser considerado como perda ou desperdício de matéria-prima. Uma primeira abordagem para o gerenciamento de resíduos passa pelo uso racional de matéria-prima, água e energia e o reuso-reciclagem dos sub-produtos.

O gerenciamento de resíduos deve basear-se em ações preventivas preferencialmente às ações corretivas e deve ter uma abordagem global, considerando que os problemas ambientais e suas soluções estão determinados não apenas por fatores tecnológicos mas também por questões econômicas, físicas, sociais, culturais e políticas.

Após esgotadas as possibilidades de reaproveitamento e redução na geração de resíduos, os mesmos devem ser encaminhados para tratamento e destinação final adequados. Existem instalações próprias para tratamento de cada tipo de resíduo (sólido, líquido, gasoso), conforme mostra a figura abaixo. Cada tipo de tratamento será detalhado em módulos específicos desta sessão de material didático.

Serviços prestados:

  • Elaboração e execução de plano de gestão de resíduos sólidos (PGRS);
  • Elaboração e execução de plano de gestão de resíduos da construção civil (PGRCC);
  • Recolhimento e destinação de resíduos sólidos e líquidos, perigosos ou não;
  • Licenciamento de transporte de resíduos perigosos;
  • Responsabilidade técnica para transporte de resíduos perigosos;
  • Gestão em Projetos de Resíduos.